1# AVEIRO

t e r ç a - f e i r a  0 8 - m a r ç o - 2 0 1 6


Dos fins-de-semana bonitos, acolhedores e familiares. O primeiro de 2016, diria. Hoje, terça-feira meia cinzenta, suspiramos pela cidade de Aveiro, pelas saudades que ficam, pelas recordações que construímos ou pelos passeios que fizemos e, sobretudo, pelos sorrisos e memórias que partilhámos. Hoje registamos esta lembrança quase esquecida mas prometida, no blogue.




Fazia tempo que tinha sugerido rumar até Aveiro, afinal a semelhança à cidade italiana, Veneza, falou, certamente, mais alto. De Itália soltou-se toda a inspiração e Portugal cumpriu com o resto. Gosto imenso de viajar de carro, de conhecer as terras lusitanas e toda a sua beleza, a sua história ou cultura. Por muito gosto que tenha de conhecer o mundo, não há nada que me faça mais feliz que conhecer a cultura de Camões - mais, sempre mais. 

Hoje, relato, em jeito de primeiro rascunho, todos os cantos e recantos desta bonita cidade; o antes de partir, a descoberta têm lugar de destaque, por aqui. Curiosos?


A cidade de Aveiro só por si canta e encanta, conquista, fascina. Um misto de sensações a querer descobrir, confesso; seja pela sua beleza, história ou cultura a cidade tem muito para oferecer, muito a conquistar. Confirmámos, posteriormente, que é uma cidade que se faz muito bem a pé - salvo algumas excepções - o solo cómodo e plano ajuda-nos a aproveitar a caminhada da melhor maneira, o que faz com que usufruamos melhor da cidade e de todo o ambiente que a envolve.


Uma cidade limpa e luminosa - mesmo num dia triste e cinzento - cheia de pequenos detalhes a descobrir; seja pelo passeio de moliceiro pela ria de Aveiro ou as pelas famosas salinas da cidade tudo nos chama a atenção; este primeiro é o protagonista, creio, um ponto quase obrigatório pois é através destes canais que conhecemos a cidade de uma outra perspectiva. Uma perspectiva diferente e muito mais rica a nível cultural e histórico, sobretudo. Deste passeio falaremos mais tarde.


Entretanto, se os dias estiverem solarengos facilmente somos convidados a passear pela cidade de bicicleta, B.U.G.A. - bicicleta de utilização gratuita em Aveiro. Uma iniciativa divertida e diferente para conhecermos a cidade. Do outro lado, encontra-se Ílhavo, como se de um seguimento da cidade se tratar-se, vamos ao encontro de vistas magníficas, de uma vasta cultura e de um pôr do sol lindo. Por lá, seja na praia da Barra ou Costa Nova temos muito a descobrir e a deambular. Prometo registos bonitos e quase mágicos.

Fotografias via google & facebook 

Quanto à gastronomia fomos com desejos de provar os famosos ovos moles de Aveiro - oh, que delícia - e as tão adoradas tripas da cidade. Por outro lado, entusiastas de espaços bonitos e acolhedores, descobrimos o Monlou, um cantinho bonito, simples e com cappuccinos quentinhos que estava, de certo, no nosso roteiro.


Partilhámos via instagram todos os pormenores deste fim-de-semana através da rubrica #sweetsdetailsofroadtrip - o que resultou numa bonita junção entre o instagram e o blogue. Uma iniciativa que pretende destacar-se, sempre que possível, em ambas as plataformas. Não deixem de espreitar e quem sabe seguir o perfil em @bruna_bila

Um artigo meio superficial que abre, de certo modo, os nossos artigos pela cidade de Aveiro. Quero muito partilhar todos os detalhes que captei naqueles dois dias, quero muito recordar-me daqueles dois dias por aqui, pelo The Sweet Bê, quero muito partilhar com vocês; os próximos artigos prometem recordações, pormenores e detalhes, sugestões e dicas; uma séria de coisas boas para vos convencer a programarem o próximo fim-de-semana a dois, em família ou com os amigos de sempre. Curiosos? Não podem perder pitada do que aí vem!

F o l l o w  m e : facebook | instagram | bloglovin | zomato

Sem comentários:

Enviar um comentário